Sobre nós

Seja Bem Vindo ao Site do Labac - Laboratório de Apoio à Clínica.

Aqui você será testemunha de um pouco de nossa história de desafios e sucessos; verá como nossos recursos técnicos e humanos contribuem para a qualidade do Laboratório, que em 24 anos ultrapassou a marca de 200.000 atendimentos realizados. Confira !

O Labac - Laboratório de Apoio à Clínica foi fundado outubro de 1991 pelo Farmacêutico-Bioquímico Dr. João Bosco Cesar de Vasconcellos e, a partir de 1992, passou a receber o apoio da Farmacêutica–Bioquímica Dra. Flavia Sartori Gomes de Vasconcellos.

O início das atividades foi em uma casa adaptada na Rua José Domingues, mas com o crescimento rápido e constante, logo ficou limitado pelo espaço disponível, pois contava com uma pequena recepção e apenas 1 sala de coleta de materiais.

A direção percebeu a necessidade de oferecer atendimento diferenciado aos seus clientes e em estrutura específica para as finalidades a que um Laboratório de Análises Clínicas se propõe.

Então, investindo em infra-estrutura, a partir de 1997 passa a ter novo endereço, na Av. Antônio Pires Pimentel, 1991.

Em virtude do desenvolvimento técnico científico na especialidade de Análises Clínicas, o Laboratório procurou ficar bem aparelhado, investindo em equipamentos automatizados em Bioquímica, Hematologia e Imunologia, além de outros equipamentos necessários para atender a demanda dos exames atualmente requisitados pela clínica médica.

Deste modo, o Labac está à disposição dos seus usuários para realizar exames nas especialidades de: Bioquímica, Hematologia, Hormônios e Marcadores Tumorais, Imunologia, Microbiologia, Parasitologia e Uroanálise.

A fim de controlar a qualidade dos seus exames nas diferentes áreas, o Labac investe continuamente em seu Sistema de Controle de Qualidade:


PopControle Interno da Qualidade – sistema próprio que é realizado a cada corrida de análise, em paralelo aos materiais coletados dos pacientes. Este programa interno é utilizado para avaliar a precisão da análise e visa detectar qualquer desvio de qualidade no que diz respeito ao desempenho de equipamentos e reagentes envolvidos na análise;

PopAlém dos programas interno e externo o Labac mantém contrato de manutenção preventiva e corretiva de seus equipamentos de análise que são checados e avaliados com freqüência durante o ano;

Pop Controle Externo da Qualidade – desde 1993 é participante do Programa Nacional de Controle de Qualidade (PNCQ), patrocinado pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas. Este programa externo é utilizado para avaliar a exatidão e compara o Labac a outros Laboratórios participantes com resultados provenientes de todas as regiões do território nacional;

PopA empresa também conta com um Gerente da Qualidade na supervisão e controle dos processos implantados e ativos, bem como na constante avaliação de novas necessidades internas de melhoria.


Atendimento

A preocupação em apontar o foco das prioridades no cliente é notório logo na chegada ao Labac. A recepção conta com sistema de senhas, 3 terminais de atendimento sendo 1 preferencial e espaço agradável para espera. O sistema informatizado identifica o cliente com base em um ou dois dados de maneira eficiente e segura. Quando há espera, ela é amenizada pelo aparelho de climatização. A coleta é realizada em salas reservadas e bem aparelhadas.

Missão Labac

Prestar serviços laboratoriais com foco na qualidade e satisfação do cliente, superando as expectativas dos mesmos. Oferecer ambiente de trabalho agradável a sua equipe e manter bom relacionamento com fornecedores de produtos e serviços.

Tecnologia de Ponta

A precisão obtida com a tecnologia empregada em equipamentos automatizados da área de exames laboratoriais faz parte do dia-a-dia do Labac.
E a tecnologia não teria validade se a intervenção humana nos procedimentos não seguisse regras rigorosas.
Por iniciativa própria, em 1993, o Labac decidiu ser submetido à avaliação periódica do Programa Nacional de Controle de Qualidade (PNCQ) da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC). Após 15 anos consecutivos obtendo o conceito Excelente (que é o máximo concedido na escala adotada) a SBAC nos premiou com o Certificado Platina e continuamos em busca de maiores conquistas. Durante todos esses anos, o LABAC vem recebendo vários certificados de controle de qualidade.

Salas de Coleta

O Labac dispõe de cinco salas de coleta (sangue, ginecológica, infantil e provas funcionais), garantindo atendimento personalizado. Outro diferencial é a disponibilização de sanitários masculino e feminino exclusivos e individuais para pacientes.

A infra-estrutura do laboratório tem áreas individuais de escritório, almoxarifados, setor técnico departamentalizado (bioquímica, hematologia, microbiologia, uroanálise e coprologia, dosagens hormonais e imunológicas, coloração, anatomia patológica, lavagem e esterilização de materiais), sala de reunião e treinamento, vestiário, sanitários masculino e feminino para funcionários e copa.

Certificados

Por iniciativa própria, em 1993, o Labac decidiu ser submetido à avaliação periódica do Programa Nacional de Controle de Qualidade (PNCQ) da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC). Após 20 anos consecutivos obtendo o conceito Excelente (que é o máximo concedido na escala adotada) a SBAC nos premiou com o Certificado Diamante e continuamos em busca de maiores conquistas. Durante todos esses anos, o LABAC vem recebendo vários certificados de controle de qualidade.

Nossa Equipe


Dr. João Bosco Cesar Vasconcellos
- CRF 13.124 -

Responsável pela Área de Análises Clínicas.
1989-Graduação em Farmácia-Bioquímica pela Universidade São Francisco (USF).
1990-Professor auxiliar da cadeira de Hematologia Clínica na USF.
1990/1991-Especialização em Análises Clínicas pela Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep).
1991 a 2000-Professor das disciplinas de Bioquímica e Administração de Empresas Farmacêuticas na USF.
1992-Sócio Fundador e Diretor da associação dos Farmacêuticos de Bragança Paulista.
1993 e 1994-Chefe de Departamento de Biológicas na Faculdade de Ciências e Letras de Bragança Pta (FESB).
1993 a 1995-Chefe de Departamento de Farmácia e Bioquímica da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USF.
1994-Professor das disciplinas de Citologia Clínica e Toxicologia Clínica da USF.
1997-Chefe de Departamento de Farmácia da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USF.
1998 e 1999-Coordenador da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USF Sócio Efetivo da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (desde 1991).
Desde 2000 tem atuado como expositor em diversos cursos, palestras e eventos relacionados à área.

Dra. Flávia Sartori Gomes Vasconcellos
- CRF 16.058 -

Responsável pela Área de Análises Clínicas.
1992-Graduação em Farmácia-Bioquímica pela Universidade São Francisco (USF)
1992-Sócia Fundadora e Diretora da Associação dos Farmacêuticos de Bragança Paulista.
Participação em diversos Cursos e Congressos.
Sócia Efetiva da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas.
Ex-Membro da Comissão de Análises Clínicas do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP).

 

Dra. Valéria Cristina de Assis Magnani
- CRF 15.216 -

Bioquímica Responsável de Setor, 24 anos de experiência na área.

Dra. Rosana Aparecida Correa
- CRF 29.056 -

Bioquímica Responsável de Setor, 24 anos de experiência na área.